A presença de mulheres no ambiente prisional é maior do que se imagina. No Sistema Penitenciário do Mato Grosso, por exemplo, o efetivo feminino já alcança 40% do quadro de agentes penitenciários, segundo informou a Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh/MT).

Mais que isso. Das 55 unidades prisionais do MT, pelo menos 11 já estão sob a direção de mulheres. E se você acha que são apenas as penitenciárias femininas, está enganado. Desses 11 presídios administrado por elAs, quatro são destinados a presos masculinos, o que não acontece em todos os estados brasileiros.

Geralmente, presídios femininos são administrados por mulheres, enquanto que os masculinos são dirigidos por homens. A Lei de Execução Penal, por exemplo, em seu Art. 77, § 2º, afirma que “No estabelecimento para mulheres somente se permitirá o trabalho de pessoal do sexo feminino, salvo quando se tratar de pessoal técnico especializado”.

Mas pelo menos no Mato Grosso, as mulheres já ‘avançam’ sobre o território até então exclusivamente demarcado para o sexo oposto.

Deixe uma resposta